Será que devo trabalhar minha ansiedade com um profissional da saúde mental?

17 Jan 2018

     É provável que você saiba que a sensação de ansiedade varia de intensidade para cada pessoa e dependendo da situação experienciada. Talvez o fato de você ter conseguido lidar com ela no dia a dia, tenha feito você nem dar tanta atenção assim para ela. É importante que você tenha a consciência para saber se quer mudar a forma pela qual vivencia a ansiedade e quais são os seus objetivos.

 

     Possivelmente você tenha dificuldade de diferenciar por si mesmo se a ansiedade que você vivencia tem um caráter “normal” ou “anormal”. E é aqui que entra o profissional de saúde mental treinado para lhe dar uma perspectiva se esse seu sintoma está causando uma disfuncionalidade e trazendo prejuízos para você. O profissional pode te auxiliar na avaliação da severidade desse sintoma, bem como o grau de interferência na sua vida diária e avaliação dos demais sofrimentos. No caso da sua ansiedade ser avaliada como severa e classificar-se como um transtorno, considera-se particularmente importante a intervenção terapêutica e acompanhamento com profissional especializado.

 

     Ainda que existam incertezas, existem características típicas e bem específicas que os profissionais da saúde utilizam para fazer um diagnóstico de ansiedade. Assim, a quantidade e a intensidade que você possui tais características são essenciais para a conclusão desse diagnóstico. E mesmo que você não tenha o diagnóstico de transtorno, você certamente se beneficiaria recebendo algum tipo de auxílio profissional, uma vez que ele vai atuar na profilaxia das suas predisposições apresentadas e você terá maior qualidade de vida como consequência.

 

     Para você ter uma ideia e poder até investigar em si mesmo essas características para decidir se vale a pena o tratamento, apresento algumas que qualificam um transtorno clínico. A intensidade exagerada é um aspecto, pois para uma mesma situação a ansiedade clínica tende a ser desproporcional a um acontecimento. A ansiedade clínica tende a persistir por mais tempo que as de estados não clínicos, atente-se se suas preocupações duram horas ou dias a fio. Os efeitos negativos da ansiedade clínica estão relacionados a interferência em diversas áreas da vida como no funcionamento da rotina no trabalho/escola, eventos sociais, no lazer, etc. Ocorrências frequentes de pânico espontâneo sem motivo aparente são dignos de investigação com maior atenção. Outra característica refere-se a generalização, ou seja, o ansioso passa a espalhar o seu medo para um amplo espectro de situações, tarefas, objetos ou pessoas. No transtorno clínico de ansiedade é muito comum que as pessoas tenham tendência a pensar nas piores hipóteses, caracterizando o pensamento catastrófico. Também, essas pessoas, costumam tentar eliminar ou minimizar sua ansiedade evitando qualquer situação que dispare a ansiedade. Por fim, é muito comum que elas se sintam menos seguras ou menos protegidas do que outras pessoas.  

 

     A terapia cognitiva tem apresentado resultados significativos de tratamento eficaz na redução da ansiedade. Como? Sabendo o que fazer com essa difícil emoção e aprendendo a aplicar este conhecimento a suas vivências cotidianas da ansiedade. De qualquer forma, o seu tratamento tende a ter maior sucesso e mais rápido quando: você tem um problema significativo, está motivado a melhorar e tiver expectativas positivas em relação ao tratamento. Se puder aproveitar sua ansiedade como um aprendiz, estiver disposto a trabalhar sobre o possível papel que você desempenha para fazer a ansiedade piorar, estiver consciente e puder escrever seus pensamentos e sentimentos pode também apresentar melhores resultados. Além disso tudo, assumir uma abordagem crítica e investigativa de seus pensamentos e comportamentos e investir tempo e esforço para completar exercícios de orientação prática tornam o tratamento ainda mais eficiente.  

 

 

 

 

 

 

Please reload

Destaque

Síndrome de Down

July 1, 2018

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo